As férias escolares estão aí. E agora?

Compartilhe Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePrint this page

Com julho começando, a criançada se anima para o mês livre de aulas. É um ótimo momento para curtir a casa, ficar acordado até mais tarde, brincar com os colegas, viajar e conhecer coisas novas.

Porém, ao mesmo tempo em que julho é sinônimo de liberdade para as crianças e tempo presente para os pais, ainda há problemas comuns para muitos. Principalmente se as férias escolares não coincidem com as férias do trabalho e não há muito tempo livre para ficar com a criançada.

Mesmo com limites, aproveite esse período para ficar mais próximo ao dia a dia do pequeno, criando memórias e experiências positivas para as crianças.

Procure espaços na agenda para brincar mais com seu filho e, com isso, desenvolver um processo essencial para o crescimento da criança, trazendo momentos que trabalhem com a socialização, aprendizado e imaginário do pequeno.

Veja as 10 dicas que separamos:

Opte pela criatividade e pelo lúdico. Lembre que é brincando que a criança desenvolve autonomia e torna-se apta para as tarefas do dia a dia.

Dica #1 – Atividades com brinquedos de montar, teatro de fantoches, argila, desenhos e pinturas com guache são clássicos para as férias, oferecendo a oportunidade de a criança exercitar seu processo criativo e se entreter. Afinal, é por meio das cores e traços que ela conseguirá passar para o papel suas ideias e com as histórias que o aprendizado sobre “certo e errado” se constrói.

Dica #2 – Brincadeiras coletivas com fantasias, pique-esconde e pega-pega também trabalham com a imaginação e ainda garantem a sociabilidade da criança.  Uma dica são as festas do pijama, que ganham espaço no período de férias, já que não há obrigação de acordar cedo no dia seguinte.

Dica #3 – É legal, por exemplo, revezar com outros pais a possibilidade de trazer ou levar seus filhos na casa do colega, dando um respiro para o responsável e garantindo uma tarde de diversão. Mas também pode ser divertido organizar uma tarde de brincadeiras com os pais dos amigos, para que a interação seja ainda maior.

Atividades mais solitárias como leitura, filmes e jogos são presentes quase diariamente no período de férias. Trabalhe com o potencial desse universo infantil.

Dica #4 – Quadrinhos, desenhos e contos de fada podem ser mais constantes durante as férias. Se seu filho consegue ler sozinho, é uma boa oportunidade para apresentar gibis e histórias contínuas, com volumes adicionais para ele manter o interesse e melhorar a leitura.

Dica #5 – Os filmes e desenhos são outras opções muito boas para quando a criança quer só relaxar – e ela também precisa de momentos assim. Opte por programas educativos e divertidos, certificando a classificação indicada.

Atenção! Vale ressaltar que como é muito fácil a criança se interessar pela televisão, tanto os filmes quanto os videogames devem ser regulados. Preste atenção no tempo que a criança passa na frente do monitor, ipad, televisão ou mesmo jogos em celulares para que ela não passe o mês inteiro colada só na telinha.

Além disso, não esqueça que há sempre o ambiente externo que, em períodos de aulas, não é tão comum no dia a dia da criança.

Dica #6 – Férias são uma ótima oportunidade para quebrar a rotina com um piquenique, jogos e corridas no parque, ou mesmo resgatar brincadeiras clássicas montando e empinando pipas.

Dica #7 – Se o clima agradar, um passeio no zoológico ou um dia no clube são sempre muito estimulantes para a criança, assim como planetário, uma tarde com bicicletas ou um acampamento no quintal de casa. Se tiver amigos e primos envolvidos então, a diversão fica maior ainda.

Uma última dica para o período de férias é integrar as atividades com os deveres e responsabilidades do pequeno.

Como as férias são mais preguiçosas e as crianças estão propensas a acordar tarde e brincar o dia todo, é mais difícil ter controle sobre suas tarefas. Mas este é um excelente período para deixa-la mais próxima da rotina e dos cuidados com as suas coisas.

Dica #8 – Uma dica é aproveitar esses momentos para mesclar responsabilidade com diversão: ensinar a criança a guardar seus brinquedos, criar quadros coloridos e com desenhos apontando as tarefas diárias e até ensiná-la a lavar seus brinquedos ou arrumar o quarto.

Dica #9 – Outra opção é trazer a criança para as tarefas de casa, pedindo uma mãozinha para fazer um bolo, montar o próprio prato de comida ou mesmo ajudar a dobrar e guardar suas roupinhas. Além de maior integração com seu filho, a criança se distrai e acha divertido fazer coisas que “os adultos fazem”.

Dica # 10 – Lembre-se! A criança não precisa o tempo inteiro de atividades dirigidas: ela se diverte com histórias e desenhos até brincadeiras ou lugares abertos. São muitas as opções para as crianças no período de férias, então não se prenda à rotina e explore a criatividade junto com ela.

Compartilhe Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *