Brinquedos Educativos: Ensine a criança a se orientar!

Compartilhe Share on Facebook3Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePrint this page

Você sabia que você pode utilizar brinquedos educativos para auxiliar seu pequeno a desenvolver noções de espaço desde muito cedo? Veremos abaixo o quão importante são essas brincadeiras e, principalmente, o quanto a presença dos pais é fundamental no desenvolvimento dos seus filhos.

Bem, a chegada de qualquer indivíduo ao mundo é um grande desafio. É aí que o bebê passa a ter os primeiros contatos com o universo exterior e precisa passar a organizar as informações de tudo que está à sua volta. Naturalmente isso não ocorre de forma consciente, mas ainda assim, é bastante precocemente que as noções de espaço começam a se formar na cabeça de cada um. Em paralelo a isso, os bebês têm ainda outra tarefa: entender como funciona e quais são os limites do próprio corpo.

Portanto, quando observamos uma criança ainda bem pequena se deslocando em busca de um objeto, é a esse processo a que estamos assistindo. Um bebê que espalha todos os brinquedos pelo chão e depois segue na direção daquele que ficou distante do seu alcance começa a ter as primeiras noções espaciais. Mesmo sem pensar sobre isso, de alguma maneira, ele sabe que terá de se mover para alcançar aquilo que deseja.

Em crianças um pouco maiores, isso pode ser observado por meio dos desenhos. Quando é pedido que elas desenhem a casa onde moram ou os lugares de que mais gostam é possível notar os primeiros sinais de noções espaciais. A criança já sabe que o sofá e a TV ficam na sala, por exemplo, e a cama fica no quarto. Da mesma maneira, na contramão, uma criança que tenta passar pela grade das janelas ou pelos vãos do corrimão da escada ainda não tem referências exatas sobre o espaço que o próprio corpo ocupa no espaço.

Mas por que ter uma boa noção espacial é tão importante? Além das situações já citadas, existe outro motivo simples para isso; graças a ela é possível se orientar. Vamos pensar sobre uma criança que já tem ciência daquilo que existe à sua volta e está em uma brincadeira em que esteja vendada ou de olhos fechados, por exemplo. Se ela tiver uma noção espacial e receber das outras crianças  referências de direção poderá chegar com mais facilidade ao objeto ou ponto que precisa alcançar.

De maneira mais simples, uma brincadeira de esconde-esconde também exige que os pequenos saibam se orientar no espaço, uma vez que estão livres para percorrerem uma área extensa a fim de encontrarem um esconderijo, mas precisam voltar ao ponto inicial sem serem vistos para provarem que estão livres e não foram surpreendidos pelo pegador.

Brinquedos educativos

Castelo Infantil: Brinquedo educativo que estimula a criatividade, a imaginação, ajuda no desenvolvimento da noção de espaço dos pequenos.”

Noções de espaço e pontos de referência

A primeira referência de qualquer indivíduo é o próprio corpo. Prova disso é que não é incomum observar até mesmo adultos que precisam indicar um caminho usando o recurso “é por ali” (com o auxílio visual de uma das mãos que mostra por onde ir).

O esperado, no entanto, é que as pessoas façam uso de referências como à frente, atrás, acima, abaixo, direita ou esquerda. Outra opção é agregar locais como pontos em que outro indivíduo possa se basear para saber se segue na direção correta como, por exemplo, postos de gasolina; semáforos; supermercados ou qualquer outro local que se destaque em um trajeto.

No entanto, é preciso saber que pais, educadores e cuidadores em geral não devem apressar a aquisição dessa habilidade de orientação, mas sim incentivá-la de maneira gradativa utilizando brincadeiras, brinquedos infantis, conversas descontraídas até que isso seja natural para a criança.

Como ajudar o pequeno a se orientar melhor utilizando Brinquedos Educativos?

É amplamente discutido que uma das melhores maneiras de ensinar uma criança é pelo exemplo. Assim, um bom jeito de ajudar um pequeno a ter boa noção espacial é mostrando a ele como fazer. Uma criança que brinca em uma casa ou um castelo de papelão, por exemplo, deve saber quantas pessoas caberão lá dentro ao mesmo tempo. É possível organizar os jogos de panelinhas, os bichinhos de pelúcia e a coleção de carrinhos dentro desse brinquedão ao mesmo tempo? Caso seja inviável, explique o porquê. Uma boa opção é exemplificar falando que o tamanho dos móveis da casa em que moram é adequado ao espaço que têm também.o brinquedo está do lado de fora, no quintal, é possível falar com a criança sobre o local onde ele foi posicionado (ao lado de uma árvore ou longe da garagem); neste momento, vale aproveitar para ensinar sobre a localização da própria casa em que moram: “veja, seu castelo fica ao lado da árvore, e a casa em que moramos fica bem no meio da rua, ao lado da casa amarela”.

A partir daí, basta ir ampliando o repertório de orientação da criança. Vale usar a imaginação. Criar jogos em que seja preciso seguir pistas (siga em frente; depois do sofá, vire à direita; volte três passos; e assim por diante) para chegar a um brinquedo de que elas gostam bastante também é uma alternativa.

Conheça alguns brinquedos educativos da La Malle Magique que podem auxiliar as crianças a se orientar, clique aqui.

Fonte de consulta: Representação do Espaço na Criança, Jean Piaget.

Compartilhe Share on Facebook3Tweet about this on TwitterShare on Google+0Email this to someonePrint this page

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *